terça-feira, 3 de junho de 2008

Corre.......

Ai se eu pudesse fazer voar o tempo... Baralhar os ponteiros dos relógios e fazer voar, de um sopro, folhas diárias de calendários...
Ai se eu pudesse acelerar o tempo, este que eu gosto de sentir a passar ao seu ritmo normal de dia após dia...
Há alturas em que apetece fazer o tempo correr... Há alturas em que sabemos que o que está para vir é tão bom que o que apetece é fazer o possível para ver o tempo a correr até chegar à folha de calendário que se quer alcançar com ânsias de ser (mais) feliz...
Ai se eu pudesse, punha-me atrás do tempo para incitá-lo a fugir... Apressava-o! Ai... Se eu pudesse... Soprava com força os ponteiros dos relógios na esperança de os ver acelerar com a força da minha vontade que eles corram...
Como gostava de poder baralhar o mundo e pedir ao tempo para correr por Nós!
É que, às vezes, parece que tudo parou... Parece mesmo que alguém congelou o tempo...

Imagem: Photodisc

2 comentários:

Pedro disse...

:) Engraçado, quando eu estou do "lado certo" sinto exactamente o contrário.

" (...) Quando acordas
Porque quem chamas tu?
Vou esperar
Eu vou ficar
Nos teus braços
Eu vou conseguir fixar
O teu ar
A tua surpresa

Adeus
Não afastes os teus olhos dos meus
Eu vou agarrar este tempo
E nunca mais largar

Adeus
Não afastes os teus braços dos meus
Vou ficar para sempre neste tempo
Eu vou, vou conseguir para-lo
Vou conseguir para-lo

Vou conseguir

Adeus
Não afastes os teus olhos dos meus
Vou ficar para sempre neste tempo
Eu vou conseguir para-lo
Eu vou conseguir guarda-lo
Eu vou conseguir ficar"

David Fonseca

tonsdeazul disse...

"Ai se eu pudesse voar o tempo..."
Hoje seria o dia da minha partida...
E não daqui a uma semana...
Se o tempo voasse...
Não estaria eu assim...
Mas os ponteiros do relógio...
Não correm mais rápido...