sexta-feira, 1 de dezembro de 2006

A senhora do café

Gosto da senhora do café onde quase nunca vou... Sempre que por lá passo com tempo encontro-a sozinha e faz-me logo, à minha entrada, um sorriso calmo e afectuoso...
Gosto da senhora do café e não sei nada dela, nem se gosta de estar ali, àquelas horas já tardias e, quase sempre, sozinha... Nunca encontrei lá mais ninguém quando a vou visitar, já tarde! Mas parece-me que gosta porque, cada vez que lá entro em horas já longas, a encontro de sorriso posto para mim... Respondo-lhe sempre com outro, dos meus melhores e mais quentinhos, e lá lhe peço um café! Agora parece já não ser preciso... Já sabe que é café que eu quero. E (vi hoje) tira-me a bica a sorrir e vai depositar-ma na mesa... Ao meu obrigada responde, invariavelmente, com um outro e lá vai sorrindo ternamente para a parte oposta à minha do balcão! Gosto da senhora do café onde quase nunca vou e não lhe sei nada! Nem o nome, nem os gostos...Gostará ela, de café?!

7 comentários:

Luisa Fonseca disse...

Talvez que o sorriso dessa senhora advenha da sensibilidade que ela descobre no teu sorriso e no brilho do teu olhar. Quem sabe o quão faminta está de sorrisos e de atenção. Faço muitas vezes esse jogo quando me encontro rodeada de gente numa qualquer sala de espera. Vou olhando os rostos e descobrindo como será cada uma daquelas pessoas.E imagino cada coisa!
Beijinhos grandes

Tânia Pereira disse...

Pois estou com a tua mãe, olha que duas a fazerem filmes. Imagino que será dessa senhora desse café...imagino o que alguém imagina de nós noutro balcão...gostei.

Tânia Pereira disse...

ah! já mudavas a citação do mês...eeheh

A Semi Santa disse...

Um sorriso vale mais ke mil palavras...
Beijos pra minha fadista preferida.

João Barbosa disse...

:-)

barrigagolfinho disse...

São bons esses sorrisos, não são?? Experimenta trocar o café por imperial. ;) (Eu gosto bastante desses sorrisos)

Habitus bar disse...

Gostei muito, e este em particular:
Os nossos pequenos nadas tão importantes!!!

inspirador.
continua.