segunda-feira, 14 de agosto de 2006

És um petisco


És um petisco!
Não me serves para comer de uma vez, nem para comer de repente, nem para matar a fome... És para comer devagar e não se mata a fome contigo...
Quando me apetecem as tuas carnes é para mordiscá-las aos poucos e brincar às comidas... para degustar esses sabores todos de que és feito e apreciá-los vagarosamente!
Adoro petiscar-te quando me apetece e gosto ainda mais porque sei que tu adoras que eu te petisque...
És um petisco dos bons, mas petiscar-te não me tira os apetites de alguma coisa que me satisfaça as vontades de comer...Outras haverá a quem saberás matar a fome... A mim não, porque eu não quero!! Está muito bem assim...
Mas gosto de te petiscar nos entretantos... de pegar no garfo, e levá-lo à boca com pedaços de ti que mordisco lentamente e saboreio com tempo...

5 comentários:

Tânia Pereira disse...

Só faltou dizeres que os petiscos costumam vir acompanhados de uma imperial bem fresquinha. Eles nunca matam a afome mas são sempre uma boa desculpa para se ir matando a sede.
Vou agora para sagres...

U_Viz disse...

Nem mais, a Mana disse tudo... Ouvir-te falar de petiscos, embora que estes não sejam os mesmos petiscos que me fizeste lembrar, veio-me à mente uma tarde chuvosa em Porto Covo, em que partilhámos um belo de um petisco... Temos de rever prioridades, e partilhar um desses novamente Viiiizzzzz (daqueles ditos ao fim de uma eternidade e meia de n te ver!)! beijinhos *

João Barbosa disse...

e vivó petisco!

Ismael disse...

Sai um prato de pipis prá mesa 12, fá xabor!
há e temos tambem "minuins" e "tramoços".

Noa disse...

é o que penso sepre que te vejo, sempre q te observo de longe meu grande amor...