sexta-feira, 2 de junho de 2006

Histórias minhas


Quando saí da casa dos meus pais, para enfrentar mundos que não conhecia já sabia que as mudanças íam ser muitas... O que eu não sabia e me assustava era se seriam boas ou más as mudanças! Mas lá entrei no comboio deixando uma mãe a chorar e um pai cheio de orgulho na gare daquela estação no meio do Alentejo!
Sair daquela casa implicava encontrar outro tecto e fazer dele uma casa minha, tanto ou mais que a outra que é minha porque é da família toda!
E, nestes casos, raro é o caso em que se vai viver sozinho... Eu não fui excepção e o conceito de colega de casa, começou a fazer parte do meu mundo!
Aprende-se muito quando se divide uma casa... Aprende-se especialmente a ter respeito pelos outros e a partilhar momentos!
Toda esta introdução foi feita para falar das minhas colegas de casa! São duas, agora e são família! As melhores que se pode ter... Sempre com aqueles braços prontos para mim quando eu preciso deles, sempre com uma brincadeira para fazer os dias sorrirem... Não há melhores companheiras que as minhas colegas de casa, e ainda bem que são estas e não outras, que vivem comigo! São família que eu arranjei, estas meninas! Tão lindas, tão divertidas, tão cheias de vida... Têm corações tão grandes, as minhas colegas!
Há pouco comprei-lhes um mimo... Um para cada uma! Elas merecem porque são as melhores de todas!

4 comentários:

nefelibata disse...

Um mimo, é sempre um mimo!.. E de todos os mimos que tu nos possas trazer, tu serás sempre o melhor! ( pelo menos , não tens leite condensado!!=P )

Infotocopiável disse...

:-)

U_Viz disse...

Bem, vcs lá em casa não são 3, eu conto 5, tu, a sílvia, a cid e as suas duas amigas...5 portanto!
Mas sim, aprende-se mt qd se sai de casa, aprende-se sobretudo o timming das coisas, o timming de cozinhar, de limpar, de lavar, de estender, de passar, de sair, de ver tv, de estar no computador, de estudar, de calendarizar tudo, embora eu n seja totalmente assim, mas aprende-se a antecipar, aprende-se a crescer, e aprende-se a absorver tb... viver em harmonia com a família que fazemos n é fácil, até pq nem sempre as primeiras famílias que fazemos são as ideais... Fico feliz por teres a tua família, eu vou compensado a falta da minha, com a tua, e com as muitas outras que vou conhecendo, roubando o carinho de umas e outras, ora aqui ora acolá =) Tens sido uma verdadeira mana, daquelas... assim GRANDES! Obrigado por seres família *

Lia disse...

kero outro mimo!!!