sexta-feira, 17 de novembro de 2006

Cantei o fado


Queria poder colocar em palavras a magia de realizar um sonho; tentar explicar com vocábulos o que se sente quando, de repente, já não são apenas os meus olhos a ver e os meus ouvidos a escutar aqueles sonhos que se têm desde que se existe ou se respira... Gostava de partilhar numa frase o que se sente quando se chega onde apenas se sonhou! Queria... e, no entanto, tudo me parece pouco e pequeno... Não há palavras assim tão grandes! Têm todas poucas letras e não chego lá!
Este fim de semana que passou foi de sonho... Um sonho do tamanho dos maiores! Tudo porque deixou de o ser e passou a existir de verdade!
Eram as guitarras a falar comigo e eu a cantar com elas... Entre os sorrisos de uns e as lágrimas de outros! Quase não se explica! Sente-se apenas e aproveita-se cada momento, porque é único... Mais perfeito que o sonho, porque o sonho era só meu e este fim de semana foi para ser partilhado!
Aconteceu! Foi real... e dentro daquelas paredes, numa sala cheia de amor, voou-me o fado da boca e ofereci-o, de presente, a quem lá estava a recebê-lo... Cantei o fado!

Post Scriptum: Agradeço muito a quem esteve presente, a quem não esteve, mas que me tem dado força, coragem e incentivo e, por último (mas nem por isso menos importante), aos meus guitarristas André Capela e Bruno Vitor, assim como ao meu colega de cantorias José Roxo! Muito obrigada!

18 comentários:

Louco de Lisboa disse...

Olá menina, é bom saber que tem sonhos que se realizam e deixam felicidade por onde passam...

(pena não te poder escutar, mas tb se fica em boa companhia com a Carla...)

Kiss, até outro instante

Cheers (sim, isto é publicidade)

Lia disse...

Se conseguisse voar, tinha voado até Portugal só para te escutar. Se tivesse uma máquina do tempo,voltava neste mesmo instante, até esse momento,o teu momento. Fico feliz por saber que tudo correu bem. Beijos

Victor Silva disse...

Fadista de corpo e alma, para toda a gente ver... Deixou de ser sonho e agora é realidade. Canta e encanta com toda a tua força e emoção. Não deixes de sonhar e verás que muitos mais momentos mágicos acontecerão. Beijos ***

Tânia Pereira disse...

eu estava lá...dois em três e eu estava lá...
Chorei
Chorei e vou voltar a chorar todas as vezes que os ouvir a tocar e te ouvir a cantar. Eu sou assim e só não sou toda do fado porque não o sei cantar, apenas sentir e é tão bom saber que o sei sentir...
Bons sonhos...e até...

Vasco disse...

:)

Luisa Fonseca disse...

Foi tão lindo e tão mágico, que ao contrário do que pensas, estou certa que não se ficou por ali, pois foi deamsiado forte para se ficar por aquelas quatro paredes. Foi bem mais longe.
Foi grande a emoção que senti.
Estás de parabéns, assim como todos que estiveram contigo.
Muitos beijinhos

Luisa Fonseca disse...

Volta e meia fico disléxica. Desculpa o erro, no "demasiado".
Beijinhos

Fil disse...

...adorei estar presente e assistir à realização do teu grande sonho... foste simplesmente magnifica...

Ana Fonseca disse...

Louco de Lisboa: sim, é fantástico quando vemos os sonhos a tornarem-se realidade! Obrigada pelas palavras.

Lia: eu sei que, se pudesses, tinhas lá estado! Mas foi como se estivesses, porque sempre me apoiaste muito! O obrigada também é para ti! Beijocas com saudades!

Victor: Muito obrigada! Beijinhos muito grandes!

Tânia: a minha ouvinte mais chorona! :) Obrigada, mais uma vez

Vasco: ainda bem que o texto te provocou um sorriso!

Mãe: Obrigada pelas palavras e pela sua doçura! E obrigada também por teres vindo! Ainda bem que estavas lá! beijos

Fil: também eu adorei que estivesses lá! Sei que foi uma correria! Mas ainda bem que foste e gostaste! beijinhos!

A Semi Santa disse...

Parabens, tu mereces, muita sorte e um beijao do tamanho do mundo.

João Barbosa disse...

Ainda bem que a felicidade te abraça. beijinho

Zeroxo disse...

Esse sonho tambem foi meu,
Viva o dia em que o Fado nos uniu para com uma cajadada só atordoar a realidade de tal forma que se fez sonho,
Destino que nos amarra
tão afinado afinal
É o Fado, assim ás vezes louco outras brindando-nos com generosa
Harmonia

OBrigado, ao Fado e a ti por a ele te teres entregado tão ternamente

BOCAAA LINNNNNNNNDA , Coração

...e já agora ViVam os principais virus que desencadearam toda esta doce efermidade ;) os nossos "cordatos" guitarristas de nome Capela e Bruno Vitor.

VOS AMO

mario disse...

desta é que não estavas à espera!! perdi a cabeça e vim ao teu blog ler os teus textos. Naquela noite foste a estrela do mar:)e da terra;foste simplesmente tu! um grande beijinho do teu pseudo agente mas sempre amiguinho Mário;)

Ana Fonseca disse...

Semi-santa: Obrigada! Um beijão muito grande para ti também!

João: Ando a ser abraçada por ela, sim... Dá para compensar outras coisas que não agradam tanto... E, especialmente, sentir-me realizada! Queria poder fazer só isto... Cantar, cantar, cantar! :)

Zé: sei que tu, melhor que ninguém, me percebe estas palavras... Também tinhas o mesmo sonho e que bom que é realizá-lo contigo! Obrigada pelas palavras e continuemos a realizar sonhos sempre, claro, com a colobaração dos cordatos músicos :) Beijinhos!

Mário: Meu amigo de já tanto tempo! Que bom ver o teu nome nesta caixinha de comentários! Obrigada por teres estado lá e teres sorrido para mim... Gosto muito de ti! Beijos muito grandes

claudia cesario disse...

olá amiga!Tanto que eu gostava de ter estado presente, mas...Eu que sempre acompanhei esse sonho e o desejei tanto...fico muito, mas muito contente por ti amiga. Espero que continues pois o mundo nao pode perder todo esse talento. Beijos com muitas saudades...a tua de sempre e sempre amiga...

Ana Fonseca disse...

Cláudia: Tens que estar presente um dia! Gostava muito de te ver numa fila da frente de qualquer sítio onde eu esteja a cantar, porque estás sempre na fila da frente da minha vida! Beijos muito grandes para ti!

barrigagolfinho disse...

Boa noite! :)
Muitos parabéns, que merecem mesmo! Gostei mesmo muito, mesmo condicionado pelo tempo, mas na próxima vez, definitivamente não terei tais condicionantes e ficarei até ao fim. Beijo grande e obrigado por me terem encantado na noite de Sábado!
Boa noite! ;)

superbofh disse...

Sim senhora, e quando é que conheço-te e oiço-te a cantar fado ? Eu vivo em Gambelas, e todas as sextas feiras costumo ir cantar/ver/ouvir fados em Portimão num Restaurante com o nome Retalhos do Mar, com Vítor do Carmo e José Santana, a acompanhar.
Cumprimentos cordiais: superbofh@gmail.com