quarta-feira, 11 de outubro de 2006

Sou do Fado


Sou do Fado!
Não sabia que era nem do que era e agora sei que sou do Fado mesmo não sendo eu triste, nem soturna ou fatalista! Não creio no destino e não alimento o desgosto... ainda assim sou do Fado e sinto-o em mim quando as suas letras de desgraça e saudade saem galopantes da minha boca e a tragédia se apodera de mim e do meu corpo inteiro!
Sou do Fado quando a pele se me arrepia com dores que nunca senti e quase as sinto, sinto-as quase... e os olhos marejados de água cantam também com a boca e com as mãos trementes... Sinto-as quase; sinto-as já...
A guitarra abre-se em choro e eu, chorando com ela, empresto-lhe a voz que tenho e choramos as duas um amor ao Fado. Quando ela se cala, sou outra; mas quando ela geme e chora... sou a Ana do Fado, trágica e fatalista... e choro com ela!

19 comentários:

Montenegro disse...

Que essa linda voz e essa vontade nunca te faltem, seja a cantar as dores e choros (alheios, de preferencia) ou em qualquer outro registo que não o fado. Não és só do fado, és da canção, seja ela qual for.

Bjs.

João Barbosa disse...

gosto tanto de fado! Ainda bem que és do fado!

Victor Silva disse...

Tu és o fado, eu sou o fado, todos nós somos o fado.
Uns são o fado vádio das desgarradas, outros são o fado de Coimbra e do choupal e outros são o fado de Lisboa e dos seus bairros. Alegres, românticos, trágicos ou saudosos, todos nós somos o fado.
Felizmente apenas alguns, como tu, sabem dar voz a este símbolo do nosso país. Canta Ana do Fado, canta e encanta as nossas almas...

Tânia Pereira disse...

Ainda bem que assim és...

Tânia Pereira disse...

Enganei-me e publiquei logo...
mas é verdade. Ainda bem que és assim...Que assim existem em toda a magia que negas e que teimas em não aceitar como tua. És assim, a bruxa e a feiticeira da voz que comandas. Usa-a e utiliza-a para sentires mais e mais longe. Deixa-te levar por ela e ser assim do fado...já o dizes e sei que já o sentes.Mete-te nesse barquinho de ser feliz e deixa-te abrir essas asas e voa com elas. Essas são tuas...

Ana Fonseca disse...

Monte: que bom voltar a ver-te por aqui! Obrigada pelas palavras!

João: também eu... gosto tanto!

Victor: Oh meu lindo! Até me emocionaste! Beijinhos, beijinhos, beijinhos!

Tânia: é só fechar os olhos e já sinto que voo! :) Obrigada pelas palavras!

A Semi Santa disse...

Á boca linda......

Louco de Lisboa disse...

É assim que se sente o fado...

"Sou do Fado quando a pele se me arrepia com dores que nunca senti e quase as sinto, sinto-as quase..."

Kiss, até outro instante

alfacinha disse...

é caso p dizer: "ah fadista"!

guiga disse...

Agora apetece-me dizer: Ai que saudade que tenho de ouvir esse fado, cantado sentido por ti...

beijinhos grandes:)

Continua a cantar...*****

Noa disse...

Oh! Que espetáculo seres do fado. Tb sou do fado!!! Beijokas

Lia disse...

Que saudades tenho eu de ouvir um faduncho....

zeroxo disse...

"Eu canto
Com os olhos bem fechados
Que o maestro dos meus fados
É quem lhes dá o condão
E assim não olho para ouros lados
E canto de olhos fechados
Pra olhar pro coração

Meu coração
É fadista doutras eras
Q sonha viver quimeras
Em loucura desarverida

Meu coração
Secanta logo me mata
Pois por cada vez que bate
Rouba um pouco à minha vida

E ele e eu
Cá vamos vivebdo os dois
Talvez um dia depois
Quando ele parar pouco a pouco
Talvez alguém
Se lembre ainda de nós
E sinta na minha voz
O que sentiu este louco"

Fadista Louco

Bonito poema, é bonita e canta-se bem, temos fadista!!!

U_Viz disse...

Eu cá sou do rock, mas o teu fado faz-me vibrar na inércia que o mesmo me provoca ;)

Vou Dar de Beber à Dor disse...

Ser fadista é sempre alguém
Que não sabe viver, sem
Ter a guitarra a seu lado
E que ao ler uma poesia
Que sirva pra melodia
Logo a transforma num fado.

Ser fadista é expressar
Numa voz triste a cantar
Da alma o sentimento
E através da sua voz
Fazer acordar em nós
Suave contentamento.

Ser fadista é a emoção
De quem sente esta canção
Duma forma bem sentida
Ao viver a natureza
Desta gente portuguesa
Qu’ao fado empresta guarida.

Ser fadista é sempre quem
Na alma o fado tem
Mesmo sem saber cantar
Fadista é quem o diz
Quem o trina e é feliz
E quem o sabe escutar !...

Ser fadista é predicado
De quem canta e ouve o fado
Ao ser sentimentalista
Ou quem o sabe dizer
Por nesta vida acender
A chama de alma fadista !...

Anónimo disse...

..é que ser do fado como tu,
deixa a alma de um homem A nu,
pois que ser do fado assim,
...deixa-me fora de mim..
E deixa me já antever , loucas estas emoçoes,
que desde a ponta até aos ..artelhos,
nos ofertam alegrias coloridas,
sorrisos rasgados
e encostados uns aos outros,
vamos crescendo por esses caminhos forA,
caminhos que tarde ou cedo haveriamos de trilhar...
...tambem eu sei que sou do fado, mas o Melhor é que já somos do fado. somos do fado AgorA.somos do fado JÁ!!!

Ana Fonseca disse...

Semi Santa e alfacinha: sorrisos para vocês! :) :)

Louco de Lisboa: Também achoque sim, que é assim que se sente o fado... é, pelo menos, como eu o sinto!

Guiga: Ainda bem que sentes saudades... é porque foi uma coisa boa! Obrigada!

Noa: que bom, seres do fado!

Lia: amiga, canto-te os que quiseres, sempre que possa! Beijos grandes

Zeroxo: vamos cantar esse fado juntos? :)

U_Viz: ouvir-te, a ti, que és do rock, a dizer que gostas de me ouvir cantar o fado é lindo! beijos e eu também gosto muito do rock :)

Vou dar de beber à Dor: Muito bonito! Beijinhos

Anónimo: Somos pois... do fado agora, somos do fado já! (és tu?)

Anónimo disse...

pois é estrela do mar... ou melhor, do fado!!! um grande beijinho deste amigo.BRILHANTE

Ana Fonseca disse...

Anónimo: EStrela do mar... :)