quarta-feira, 2 de agosto de 2006

Esconderijos


Gosto de me esconder! De estar em sítios onde ninguém do meu mundo me adivinhe... Não há quem suspeite dos meus esconderijos porque não os conto nem falo deles...
São todos diferentes uns dos outros, e mágicos à sua maneira... Cada um me oferece o que tem de melhor, e eu escondo-me em cada um deles conforme aquilo que preciso receber... São bondosos comigo e fazem-me festinhas na cara!
Não precisam ser desertos... Às vezes escondo-me em praças públicas e, mesmo assim, estou escondida! Os meus esconderijos são ilhas para onde vou quando não me apetece o meu mundo!
Quando descubro esconderijos novos uso-os muito até perceber a sua singularidade. Depois só lá volto quando é da sua singularidade que preciso!
Este, onde estou agora e de onde escrevo, é novo... É amável e acolhedor... Quando tem vozes, são pequeninas e não incomodam! Tem uma brisa amena que só me refresca sem agressões... Vou ficar mais um pouco porque gosto de estar aqui escondida a saber que ninguém me descobrirá neste recanto!

2 comentários:

alfacinha disse...

tb gosto d ter os meus esconderijos, mm q seja no meio da multidão :)

belo post, como sempre

Nuno Martins disse...

Eu também tenho os meus esconderijos(como todos nós) e quase ninguém sabe onde são, às vezes tenho toda a gente perto de mim e nem reparam na minha situação mas isso é um enorme conforto, outras vezes é um desconforto pois tenho ali pessoas com quem posso falar e nem sequer reparam que estou naquele estado.
São alturas que passam, depois fico com o meu sorriso alegre e bem disposto e pareço rejuvenescido, pronto para outra etapa que virá.

mil beijos