terça-feira, 6 de junho de 2006

Rosas com sal


Estás tão triste aí encolhida... Escondes a cara para não se ver que choras, mas percebo que tens o corpo molhado de lágrimas... Malditas... São das que deixam rasto de sal na pele... São das que têm muita dor, e por isso têm muito sal!
Quem te deu essas rosas de certeza não te dará mais...Percebo isso pela maneira como te encolhes...
Talvez tenhas sorrido ao recebê-las! E agora choras, mas não largas as rosas! Talvez seja melhor não as largares... Não se largam assim as coisas... devias colocá-las numa jarra de vidro transparente com água limpinha e esperar que murchem...
Quando murcharem deita-as fora! Acabou-se-lhes o tempo! Limpa essas marcas de sal que tens na pele e vai para a rua!
Outros te darão rosas! E talvez fiquem...

5 comentários:

Ana Fonseca disse...

Gosto tanto deste texto... e da imagem que o inspirou... Ninguém comenta... Estou mal habituada!

Montenegro disse...

Por vezes vou ao meu antro com uma ansia de ver certos textos comentados. Não sei se pelo comentário em si ou se na esperança de que seja certa pessoa a fazer certo comentário de uma certa maneira (parvoíce, eu sei).
Por vezes esqueço-me que o que escrevo lá é principalmente para mim e não para os outros, mesmo que seja um devaneio, um escape de loucura momentanea que me ajude a libertar-me um pouco. Pode parecer egoísmo, mas devia ser sempre assim, escrever para mim.
Depois, se as pessoas gostarem e comentarem, melhor. Se não gostarem e comentarem, menos mal. Se não comentam é que ficamos na duvida se gostaram ou não ou mesmo se chegaram a ler. Essa duvida assalta-me de tempos a tempos.
Às vezes, em vez de deixar um comentário aqui ou ali prefiro comentá-lo pelo msn ou mesmo pessoalmente e saber a reacção da pessoa que o escreveu, saber o quanto esse texto faz mesmo parte da realidade da pessoa ou se é apenas ficção. Por vezes não dá para saber, mas a conversa é agradável. :)

O texto é lindo.. ainda mais lindo que a imagem... na minha humilde opinião.

Bjs.

João Barbosa disse...

:-)

gi disse...

Ninguem comenta, porque está tudo lá...e está lindissimo ;)

Tânia Pereira disse...

Este então...sim, sou eu!
Só não me deram as rosas.Deram-me tudo o resto menos as rosas. Essas recebi-as por correio e noutra ocasião. De mim para ti...sou eu, as lágrimas são minhas e o rasto desal é daqueles que não sai com água doce. Só com outro rasto de sal por cima...vai um mergulho?