segunda-feira, 1 de maio de 2006

Sozinha

Estar sozinha agrada-me e não me magoa! Gosto de me ouvir a pensar e quando há mais gente há muitos barulhos! Também gosto dos barulhos de outras gentes... de muitas gentes, de poucas gentes e, às vezes, gosto de sussurros (há sussurros dos quais é impossível não se gostar!)... Mas quando não há gentes a fazer barulhos é quando eu gosto mais! Porque ouço os meus e penso neles!
Tenho estado sozinha às vezes, e outras vezes vou para o meio do mundo e fico lá a ouvir tudo!
Agora há um silêncio grande cá em casa! Nada fala... Gosto assim!
Vou dormir e hoje não quero sonhar com conversas! Tudo calado nos meus sonhos hoje... Deixem falar o silêncio!

2 comentários:

Pedrosa disse...

Linda reflexão! Ás vezes nada melhor do que o barulho do silêncio.

Tânia Pereira disse...

Vivemos num mundo que fala mal da solidão e que nos grita ouvidos dentro:"mais vale mal acompanhado do que só"! E é tudo mentira! Estamos tão bem sosinhos e de nós para nós. Conhecemo-nos e aceitamo-nos melhor no silêncio e na solidão povoada por nós. De mim para mim é que faz muita falta porque é cada vez mais "sem mim" e um dia olhamo-nos ao espelho e não aceitamos o que vemos. Comigo e de mim para mim e só quando a solidão faz mal será contigo que és minha amiga e com quem sei que posso contar!