sábado, 13 de maio de 2006

Continua...


Há pessoas que vivem em outros mundos e povoam os nossos... habitam-nos, por dentro e por fora... rodeiam os nossos dias, vêem-os a chorar, a rir...falam connosco dizendo, muitas vezes, aquilo que precisávamos de ouvir... Falo de escritores, de poetas, músicos... artistas de todas as artes! Ontem assisti a um concerto de Jorge Palma! E o que ele já falou comigo estes anos sem que soubesse! Já me puxou as lágrimas que eu precisava chorar, já me fez rir em gargalhadas quase histéricas! Há naquelas letras e naquelas melodias traços e rasgos da minha vida! Pedaços de mim...
Não conheço o homem que ele é... Conheço-o dentro da aparelhagem, e nas frequências das estações radiofónicas! Só o músico faz parte da minha vida, e não quero que seja de outra maneira! Imagino uma grande desilusão se pudesse ir lá falar com ele e agradecer-lhe! Por todas as vezes em que me aconselhou e me elevou... Tantas pessoas terão já agradecido! Eu seria apenas mais uma e ele, que não me conhece, nunca iria perceber o que as palavras que ele canta já me fizeram!
Humildemente agradeço aqui! Com mil obrigadas pela beleza que ele pôs a circular no mundo!
Deixo só um pedido: continua Jorge... Senta-te ao piano e toca para mim essas palavras que só tu sabes encontrar! Continua...

3 comentários:

João Barbosa disse...

Gosto da tua praia! Gosto ainda mais com Jorge Palma. Gosto mesmo de estar aqui.

Ana Fonseca disse...

Que bom, João! Que bom! E que honra para mim por ter-te por cá a passear e deixar pegadas! Obrigada por povoares a minha praia!

Tânia Pereira disse...

Que o Jorge continue a habitar todas estas praias como nós queremos. Distante e presente como só ele consegue ser. Das sombras mais presentes que se pode ouvir..