quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Janeiro, Fevereiro...

Nunca vivi Março contigo. Não tenho especial carinho pelo Março (nem por qualquer outro mês do ano), mas Março foi tempo que nunca atravessei contigo...
E só por isso, quero que venha este Março para poder conhecê-lo como não o conheci nunca e apresentar-me a ele: "Olá - direi - sou eu e venho apaixonada!"... Não irá responder-me, o mês de Março, porque julgo saber que os meses não respondem às pessoas, mas quero apresentar-me na mesma ao Março que vem, porque não me conhece! Sou outra desde que sou contigo...
Direi: "Olá, Março! Sou eu e venho com a bagagem cheia de amor"... Não vai responder-me na mesma (julgo...) e não me importará que não responda! Importa-me apresentar-me e atravessá-lo contigo.
E, na travessia do Março, saberei que virá Abril e então vou lembrar-me: "Nunca atravessei Abril contigo e Abril não me conhece"... E quando chegar, já sabes, apresento-me e apresento-te e atravessaremos também Abril...
Quantos meses ainda não nos conhecem...? E quantos anos?

4 comentários:

Anónimo disse...

Muy bonito!!!
Já voltaste à tua escrita nocturna

Lia

Ana Fonseca disse...

:)
Sim, já voltei... Tenho escrito muito mas há muita coisa a precisar de arranjos e retoques. Vou retocando com tempo. Este, por acaso, escrevi de seguida ontem e publiquei-o logo em seguida! :)

tonsdeazul disse...

:) Sim apresenta-te a ele e apresenta-te aos dias dele, e às horas e aos minuttos e sgundos dele! E ele vai gostar de conhecer-te, porque ele traz consigo a Primavera e as cores! E depois dele virão todos os outros meses que também te querem conhecer. :)

Pedro V. disse...

Digo: "Olá tempo! Quero muitos Marços e Inter-Marços a sonhamar na terra dos beijonhos."