quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

1, 2, 3... 12 palavras

Em resposta ao desafio lançado no Tons de Azul

Eu gosto muito de palavras... Mas, mais que as palavras, o que eu gosto mesmo muito é do que se fala quando se utilizam algumas palavras de que eu gosto... Significados que não se encontram dentro de dicionários. Por exemplo:
Um Sorriso (subst. masc) não é a «manifestação que se faz, sorrindo, e que exprime um sentimento de benevolência, simpatia ou ironia». Um sorriso são os teus lábios a falar-me de amor.
Ou o Amor (subst. masc) não é «viva afeição que nos impele para o objecto dos nossos desejos; inclinação da alma e do coração; objecto da nossa afeição»...Não... Nitidamente! O Amor é exultar os dias ao teu lado.
A Música (subst. fem.) nunca é apenas a «arte e ciência de combinar harmoniosamente os sons», é uma maneira de viver a vida e de lhe colocar, como nos filmes, uma banda sonora que nos enfeite os dias!
Também uma Ponte (subst. fem.) não é uma simples «construção que liga dois pontos separados por curso de água ou por uma depressão de terreno». Ponte é aquilo que temos andado a construir, este laço que nos une e nos faz chegar um ao outro com tanta naturalidade.
Dizer que Coragem é a «firmeza de espírito, energia diante do perigo» é, também, dizer tao pouco...Porque coragem é correr o risco, aceitar a saudade e lutar contra ela, é ter medo mas ir em frente.
Como podem as Mãos (do singular Mão - subst. fem.) ser apenas a «parte terminal dos membros superiores do homem»? Nunca... As tuas mãos são um porto seguro, o lugar onde me quero deixar ficar.
E o que é uma Gargalhada (subst. fem.)? Não é (não é!) uma «risada franca, ruidosa e demorada». Onde se percebe aqui o rasgo, o estrondo; onde está a alegria?
Assim como o Verão (subst. masc.) é muito mais que a «estação do ano imediata à Primavera e anterior ao Outono»... Onde se perdeu o calor, a praia,os dias longos, as esplanadas e as roupas leves?
Também o Aniversário (subst. masc.) não se define como o «dia em que se completam anos de idade»... É uma comemoração, é festa, amigos, sonhos novos, novinhos...
E a Beleza (subst. fem.)... Como pode a Beleza ser apenas a «qualidade do que é belo»? Onde se vê a beleza nas linhas do dicionário (onde estamos Nós?).
E o Silêncio (subst. masc.) que é, tantas vezes, muito mais que o «estado de quem se abstém de falar»... Quantas conversas tivemos já em silêncio?
Por último pergunto... Como pode a Vida (subst. fem.) ser só o «espaço de tempo decorrido entre o nascimento e a morte»?

Deviam existir dicionários com corações a bater lá dentro. Só assim se perceberia o valor destas (12) palavras...

Post-Scriptum: lanço este desafio à Tânia, à Catarina, ao Melo e ao Montenegro (só para não chatear mais ninguém!)
Todas as definições encontradas aqui
Imagem de Keith Brofsky

7 comentários:

tonsdeazul disse...

Está simplesmente maravilhoso!
Não tinha dúvidas que iria sair um texto deslumbrante e tão cheio de sentires! Adorei! :)

Anónimo disse...

12 palavras: Absulástico; Beijonhos; Doceijos; Juntonhos; Ranhosse; Sonhamar.

Pedro V. disse...

12 palavras: Absulástico; Beijonhos; Doceijos; Juntonhos; Ranhosse; Sonhamar.

Ana disse...

:D
..........
lindo! Todas em Tuvalês! loool

Montenegro disse...

Opah... há qualquer coisa que me está a escapar, porque não percebi qual é o desafio... :(

(acho que ando a matar demasiados neurónios.. deve ser)

João Barbosa disse...

porquê cor de laranja?

Ana Fonseca disse...

João: e porque não em cor de laranja?... E lá em baixo... porquê a vermelho? E porque não?