quarta-feira, 3 de maio de 2006

O meu castelo

Conheço boas e bonitas pessoas por aí... Estão do lado de fora do meu castelo e, às vezes, convido-as a entrar e ficar um pouco! Ofereço o que tenho (porque quero e gosto!) e sou boa anfitriã para quem é meu convidado (ou para quem não é, mas bate à porta com cuidado!)...
Outras vezes sou eu que saio! Abro as portas de par em par e ponho-me na rua com as gentes todas que por aí andam! Tenho só o cuidado de fechar as minhas portas... Porque não tem muralhas, o meu castelo e... que faria eu se o invadissem?
O meu castelo não é grande nem pequeno... Tem o tamanho que tem, mas pode caber lá o mundo! Nunca saberei...
Não o quero para lutar contra o mundo! Quero-o para me esconder lá dentro... sozinha, ou com quem de bom e bonito se cruzar comigo nos meus passeios! São todos bem vindos ao meu castelo, nem que seja para ficar só por um bocadinho!

7 comentários:

Bullit disse...

Apreciei muito teu blog, Ana. Textos fortes, como parece ser tua personalidade, e cálidos o suficiente para nos convencer a aproximarmo-nos sem temor...
E como é cativante o português da pátria-mãe!
beijos
Bullit

Montenegro disse...

Por certo que não quererás o teu castelo invadido, mas... não quererás que seja conquistado? ;)

Bjs.

Tânia Pereira disse...

Os castelos que criamos são desculpas perfeitas para serem derrubados e reconstruídos sobre uma outra nova forma.
Tenho sempre um bocado a sensação de que habito castelos por empréstimo e só enquanto a princesa vai ou foi de férias...até no meu próprio castelo.
Somos todos pequenos templos, castelos que devemos cuidar.
Obrigada por mo lembrares Ana.

Anónimo disse...

Posso entrar?

Ana Fonseca disse...

"sou boa anfitriã para quem é meu convidado (ou para quem não é, mas bate à porta com cuidado!)..."
Bateste à porta com cuidado e pedes licença para entrar! Entra... Fica à vontade! Faz como se o castelo fosse teu! E apresenta-te... Eu sou a Ana! Tu és?...

Anónimo disse...

Obrigado.
Eu sou o Anonymous. :)

O castelo fica-lhe bem...
onde mais poderia viver uma princesa!
Não é raleza, eu sei...
mas tem no coração a real nobreza.

Ixmael disse...

Estarás tu á espera de alguem dentro de um "Cavalo de Troia" á porta desse castelo? Assim podias fingir que não sabias quem estava dentro do Cavalo,e durante a noite sem que ninguem desse por isso escancaravas as porta do castelo, e deixavas que ele conquistasse e te roubasse tudo aquilo que tens de mais precioso, não Ouro e Diamantes, mas sim o teu coração.